Le faltaba la mitad

Esteban cresceu vendo a sua mãe trabalhar duro para que ele tivesse tudo o que ela mesmo não teve. Desde cedo aprendeu que o silêncio é um bom amigo e reservou o melhor de si para ele. Era um garoto de poucas palavras, mas de muitas emoções e que vivia todos os dias em busca … Continue lendo Le faltaba la mitad

Anúncios

Apenas três meses

Isso equivale a 744 horas, a aproximadamente 44.640,00 minutos de intimidade. A 2.683.400,00 de segundos onde o amor era tudo o que tínhamos. Foram 186 banhos, 324 refeições e milhares de sorrisos, fotos, emails, recados, videos, sonhos, infantilidades, emoções, esperança, esperma, saliva, pelos, cabelo, barba e toda sorte de fluidos compartilhados. Fomos ao mercado no … Continue lendo Apenas três meses

É preciso saber a hora de cometer erros novos

Erros são inevitáveis. Muitas vezes não podemos controlar o que acontece dentro de nós e os erros tomam conta de tudo, assumem as rédeas e tornam nossas vidas do avesso. Somos nós escravos de emoções que sequer sabemos nomear e nos tornamos vulneráveis a tudo, a todos e principalmente a nós mesmos. E o coração … Continue lendo É preciso saber a hora de cometer erros novos

O que fiz do que fizeram de mim?

Pare agora e pense longe comigo. Senta, procura uma cadeira e abra a sua mente. Talvez você tenha interpretado todas as questões de forma errada e por isso as respostas nunca estavam certas. Imagino que você já tenha visto que a vida é boa demais pra alguns e pra outros... bom, pra outros a vida não é tão … Continue lendo O que fiz do que fizeram de mim?

Vem permanecer

Vem para trazer sentido para todas as músicas de amor que escrevi e se tornar o personagem principal dos meus poemas de domingo de manhã, dos textos que tanto amo escrever. Vem para fazer com que Coldplay toque mais vezes na minha casa enquanto estamos juntos. Vem para fazer as canções cafonas fazerem sentido, para pegar o violão e cantarmos até o dia … Continue lendo Vem permanecer

Não me abandone dentro de mim

Quando eu te conheci vi um menino apaixonante que se aproximou inofensivo e com um sorriso no rosto e que roubou dos meus pulmões todo o ar. Que não notou quando eu passei a olhar de canto, com expectativa de que ninguém visse o quão interessante era pra mim. O menino que me deixou sem reação quando … Continue lendo Não me abandone dentro de mim

Abrir o peito à força numa procura

Talvez eu nunca saiba onde tudo se partiu. Só consigo pensar em motivos, em nuances de felicidade nos momentos sóbrios que ela fabricava. Essa sobriedade oprimida gerava qualquer falsa esperança, qualquer alegria iludida que tornava meus dias mais vivos. A ilusão acalanta a alma do oprimido, bem como a esperança alimenta a fome do pobre. … Continue lendo Abrir o peito à força numa procura